luminaria de teto dicas 740x480 - Luminárias de teto: Aposte nessa tendência

Luminárias de teto: Aposte nessa tendência

Você sabe escolher as luminárias de teto para a sua casa nova? Qual modelo escolher? O tipo de lâmpada utilizada influencia a escolha do modelo de luminária a ser empregada? E por que escolher luminárias de teto e não de piso, por exemplo?

Muitos pensam que as luminárias representam apenas um dos itens decorativos dos ambientes, mas esse é um grave erro. Os quartos de dormir precisam de uma iluminação mais aconchegante, que propicie o sono e o descanso. A cozinha pede uma iluminação mais clara que facilite o manuseio dos alimentos e ajude a manter a limpeza. As luminárias de teto estão presentes em todos os ambientes e é necessário um planejamento adequado para a escolha do melhor modelo.

Acompanhe o texto, a seguir, e descubra tudo o que você precisa saber para aliar uma iluminação eficiente, para os diferentes cômodos da casa, a uma decoração deslumbrante e condizente com o conceito de cada espaço do seu novo lar. As luminárias de teto estão em alta e uma escolha consciente é essencial para que você e sua família desfrutem de momentos de aconchego, alegria e satisfação, com total conforto e eficiência luminosa.

 

O que são as luminárias de teto?

As luminárias de teto são um tipo de luminária que é fixada no teto dos ambientes, podendo ser do tipo pendente, de sobrepor ou de embutir. A escolha do modelo está diretamente ligada ao tipo de lâmpada especificada (com todos suas características técnicas de iluminação), assim como ao tipo de efeito cênico, estético desejado.

É interessante que o design das luminárias de teto esteja de acordo com o estilo de decoração do ambiente, tendo-se dessa forma um espaço mais harmônico. A decoração industrial, por exemplo, solicita luminárias de teto que lembrem o espaço de uma fábrica, podendo ser em metal acobreado (lembrando tubulações antigas), ou até mesmo em PVC, dependendo da criatividade do designer e do cliente.

Uma forte tendência para luminárias de teto, ainda no estilo industrial, são os spots fixados em trilhos, voltados para iluminação de destaque e lembrando galerias de arte. Para um ambiente mais romântico, luxuosos e imponentes lustres de cristal, pendentes, com certeza são peças de desejo para muitos. Conheça, a seguir, os tipos de luminárias de teto mais comuns:

 

Luminárias de teto pendentes: a principal função desse tipo de luminária é garantir uma iluminação focada sobre uma determinada superfície, como mesas de jantar, mesas laterais, mesa de cabeceira. É recomendável que esse tipo de luminária apresente uma distância entre 70cm e 1m em relação à superfície a ser iluminada (essa variação é comanda pela média da altura dos moradores, assim como o modelo da luminária). Os formatos podem ser os mais variados (retangulares, cúpulas, ovais, vazadas, quadradas, esféricas), dependendo do estilo decorativo a ser utilizado. Os lustres são uma opção em alta, em termos de luminárias de teto pendentes.

 

Luminárias de teto de sobrepor: esse tipo de luminária é fixada sobre o forro de gesso, ficando com seu corpo aparente no teto. As principais funções são: iluminação geral (plafons) e iluminação direcionada (spots sobre trilhos, por exemplo). Quando a intenção é o destaque, é indicado utilizar lâmpada dicroica para quadros, e lâmpada AR (com fachos de luz bem definidos) para esculturas. Já os plafons possibilitam iluminação indireta para todo o ambiente e também são encontrados em diversos formatos.

 

Luminárias de teto de embutir: Esse tipo de luminária, quando direcionável é excelente para iluminação de destaque e parece fazer parte do forro de gesso, uma vez que seu corpo fica totalmente embutido no forro. As luminárias de embutir fixas são mais indicadas para ambientes que demandam uma iluminação mais clara, como banheiros, cozinhas e escritórios e um layout mais fixo. Plafons de embutir também são comuns, sendo responsáveis pela iluminação indireta do ambiente, com iluminação mais difusa quando apresentam tampa de vidro, tecido ou acrílico.

 

luminaria de teto - Luminárias de teto: Aposte nessa tendência

Quando especificar as luminárias de teto?

As luminárias de teto não devem ser escolhidas de forma isolada e aleatória. Todo ambiente residencial deve ser estudado, do ponto de vista do fluxo de circulação, layout, demandas específicas de uso e determinação de um conceito a ser trabalhado esteticamente. Uma iluminação adequada deve ser eficiente (visibilidade adequada levando em consideração os materiais existentes no ambiente para evitar ofuscamentos), funcional (cumprem com o seu objetivo, por exemplo, não esquentar o ambiente) e confortável (visual e esteticamente).

A iluminação é projetada assim que o layout do ambiente é definido, especificando-se onde devem ser posicionados os pontos de luz. Por exemplo, em uma parede em que serão fixados quadros, ou sobre um aparador com várias fotos emolduradas, é necessário ter uma iluminação de destaque para esses objetos de arte. Nesse caso, podem-se utilizar luminárias de teto embutidas, com iluminação direcionável para destaque das peças.

Deve-se calcular, também, a quantidade de luz necessária no ambiente, de forma técnica, atentando-se para atender todos os parâmetros próprios de um projeto luminotécnico. Conte sempre com um bom profissional para te orientar nesse processo.

Após a escolha das lâmpadas é que se inicia o processo de escolha das luminárias (muitas lâmpadas já vêm com sua luminária específica), as quais podem ser de teto, de piso, de mesa e/ou de parede. Todo ambiente precisa de uma ou mais luminárias de teto, para iluminação geral do espaço e não apenas para iluminação de destaque ou sinalização. Veja, a seguir, algumas sugestões de luminárias de teto para ambientes residenciais:

 

Luminárias de teto para cozinha: cozinhas com pé direito baixo não precisam de lâmpadas fortes (alto fluxo luminoso), uma vez que a fonte de luz está próxima dos objetos. Opte por uma temperatura de cor alta (5000K a 6500K), branca fria (branco que tende ao azul), e IRC (índice de reprodução de cor) acima de 84%, com o intuito de facilitar a visibilidade dos alimentos. As luminárias de teto podem ser pendentes, de sobrepor e de embutir.

 

Luminárias de teto para o quarto de dormir: aproveite para brincar com pendentes de tamanhos diferenciados, posicionados sobre a cama e criado. É interessante também utilizar mini luminárias de teto embutidas que imitam as estrelas, podendo ser iluminada por mangueiras de led. Invista no aconchego, com lâmpadas de cor amarela, para auxiliar um sono tranquilo.

 

Luminárias de teto para a sala de jantar: as lâmpadas amarelas (temperatura de cor entre 2700K e 3000K) proporcionam ambientes mais calmos e aconchegantes. Dessa forma, é interessante compor a sala de jantar tanto com iluminação de cor amarela quanto de cor branca fria. É importante que o tamanho das luminárias pendentes seja proporcional à mesa de jantar para que essa não pareça muito grande ou muito pequena (o comprimento da luminária, centralizada na mesa de jantar, deve equivaler a aproximadamente metade do comprimento da sala de jantar).

 

Deixe uma resposta